Feeds:
Posts
Comentários

Azulejos

Calcule a área real, isto é, desconte portas e janelas. A Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica (Anfacer) recomenda uma margem de 10% a mais no cálculo. Mas lembre-se de levar em consideração se as peças são lisas ou estampadas – estas têm perda maior, pois será preciso encaixar os desenhos.
Os azulejos são usados em áreas que geralmente requerem manutenção, principalmente por causa das instalações hidráulicas. É bom já calcular uma pequena sobra para estoque de pelo menos uma caixa, para reparos futuros, pois encontrar a mesma tonalidade de cores é quase impossível, mesmo para as peças mais simples, e as cerâmicas saem facilmente de linha.

Pisos

Deve-se levar em conta o tamanho das placas e da área. “Quanto maior a dimensão da placa, maior é a perda”, explica o professor Faggin, da FAU. Para peças de até 15 cm, ele recomenda uma margem de segurança de 5%; e para de 30 cm ou mais, de 10%. Em contrapartida, áreas maiores terão perda menor, pois haverá menos recortes. Como no caso dos azulejos, é melhor ampliar a margem de folga se as peças forem estampadas.
Pisos postos em diagonal também têm mais recortes e, portanto, maior consumo, lembra Saback Filho, da Archiplanta. Para áreas com até 10m², o engenheiro aconselha 20% a mais para colocação reta e 35% para em diagonal. Áreas superiores devem ter margem de 10% e 20%, respectivamente. É aconselhável ter um estoque, para manutenção futura, de pelo menos uma caixa. O rodapé, se feito do corte do piso, deve ser calculado separadamente. Saiba que uma placa fará duas unidades de rodapé, pois o “miolo” vai apresentar “rebarbas” indesejáveis.

fonte:http://www.construcaoereforma.com/dicas.php?id=1

Esta é uma dúvida freqüente entre os meus clientes, mas quando eu comento sobre as vantagens e desvantagens, eles acabam por concordar que “paredes de banheiros têm que ser revestidas” é apenas um “pré-conceito”, um pensamento antigo..

Não é necessário revestir todo o banheiro, o importante mesmo é usar revestimento apenas na parte molhada (Box e banheiras). Nas demais áreas, eu recomendo um rodapé alto, do mesmo material do piso. Isto já será suficiente para proteger as paredes que podem ser pintadas com tinta epóxi ou acrílica lavável, de qualquer cor.

Uma grande vantagem do uso parcial de revestimento é a manutenção.

Em caso de problemas hidráulicos, fica bem mais simples abrir a parede e posteriormente pintá-la do que ter que se preocupar em encontrar o revestimento para recompor o revestimento.

Alem disso, uma vez por ano você pode, sem muito transtorno, repintar o banheiro, mudar a cor e renovar o visual.

Acho que sem todo aquele revestimento, os banheiros ficam, alem de mais baratos,  mais bonitos, clean e modernos.

fonte:http://www.casosdecasa.com.br/index.php/categorias/reforma-e-construcao/

Bom alem de mostrar como aplicar pastilha de vidro,essa postagem tem outra finalidade.
Na hora de comprar a pastilha o cliente só vê a pastilha já colocada,não vê como ela vem na caixa.
A questão é que existe dois tipos de pastilhas de vidro a  telada,e a empapelada,e portanto dois tipos de assentamento.
Vamos explicar:


Telada:em geral são pastilhas de vidro de 2cmx2cm em placas de 30cmx30cm aproximadamente.
Nesse modelo as pastilhas são agrupadas com espaçamento entre elas e coladas no verso com uma tela de Nylon.
Dessa forma a aplicação é feita aplicando argamassa propria para pastilha de vidro na parede,com desempenadeira dentada.Após coloca-se a placa sobre os cordos de argamassa e preciona-se a placa com outra desempenadeira lisa para a argamassa aderir de forma regular a aplaca.
Nesse modelo de placa já da para ver o resultado imediato pois a pastilha só recebera rejunte na finalização.
 

 
Tambem se alguma pastilha dentro da placa foi colada de forma errada na fabrica,já se faz a correção imediatamente. É a melhor opção para o cliente,a que da um melhor acabamento.É a que eu indico para a compra.



Empapelada:em geral são pastilhas de vidro de 2cmx2cm em placas de 30cmx30cm aproximadamente.
Nesse modelo as pastilhas são agrupadas com espaçamento entre elas e coladas no na frente com uma camada de papel e cola a base de agua.
Dessa forma a aplicação é feita aplicando argamassa propria para pastilha de vidro na parede,com desempenadeira dentada.Após coloca-se a placa sobre os cordos de argamassa e preciona-se a placa com outra desempenadeira lisa para a argamassa aderir de forma regular a aplaca.
Mas como oque o profissional vê é uma camada de papel,não da para resolver problemas de fabrica na hora ,pois a remoção do papel é feito com agua após a secagem da argamassa.
Assim se dentro da placa na fabrica foi feito uma colagem torta o profiisional não tem muito oque fazer para resolver.
O resultado final pode não ser o esperado pelo cliente e muitas vezes a culpa recai sobre o assentador¨oque é uma injustiça¨ ,mas por desconhecimento do proprietario da forma de colocação.
 

fonte: http://oazulejista.blogspot.com/2010/06/como-aplicar-pastilha-de-vidro.html#ixzz1ZDUWTGTJ

A superfície lisa do porcelanato polido engana quem a vê.
Isso não acontece somente com o porcelanato,e sim com qualquer pedra natural e até com o concreto.
Quando recebem acabamento (polimento)o brilho engana nossos olhos.
Se olhássemos uma superfície polida como o porcelanato,mármore ou granito,veríamos microfuros.
Mais ou menos como a sua pele.
Se olhar para seu braço verá sua pele e saindo da pele um fio (pelo) este pelo sai por um furo correto!
No caso da superfície polida a quantidade  de furos  é imensamente maior e agrupada.
Mas para cada furo ao lado á uma borda.
È essa borda que é polida e brilha,deixando a falsa impressão que toda a superfície é polida.
Se há furos liquido penetram e então surge a mancha.
Na verdade a mancha é o liquido dentro do furo.
A parte polida continua intacta.
Então todo o porcelanato,mármore,granito estão fadados a manchar?
Não!
Existe um jeito muito fácil de evitar a mancha.
Parece piada ms não é!
È só tapar o furo.
E como se faz isso?
De 2 maneiras:

-Comprar o porcelanato já protegido. Esse tipo de porcelanato não custa R$39,90 gente.
Ele tem uma camada de proteção. Algumas empresas chamam de Gloss,Super-Gloss,Glossery,Protetiva etc.
Não importa o nome. O importante é a proteção de fabrica que encarece bem o produto.
E o que é esse Super-Gloss?
São microparticulas de silicone. No processo de fabricação uma película do material é aplicada.
Essa película se funde a massa.
Quando o produto recebe polimento os microfuros estão tapados,e protegidos.
-Caso tenha comprado o porcelanato comum natural,e queira se precaver contra manchas,após a colocação é imprescindível,proteger bem até o termino da obra.
Após o termino contrate uma empresa especializada que removerá o excesso de sujeira, removerá a cera de proteção( que não é o Super-Gloss) aplicará o produto especifico para limpeza de porcelanato.
E para finalizar e proteger contra manchas aplicará o oleofugante.
 
O oleofugante é um produto que penetra nos poros,mas não mancha .ao contrario ele penetra ocupa o espaço vazio e solidifica,protegendo contra a entrada de líquidos que possam manchar o porcelanato.
O mesmo principio vale para os mármores e granitos. Apenas observando que para cada tipo de superfície existe um produto adequado.
O oleofugante é aplicado de tempos em tempos de acordo com a orientação do fabricante.
Assim nos 2 casos ter um porcelanato ou mármore e granito que não mancha não sai por R$39,90.
É o velho ¨ O barato sai caro¨ e ¨O seguro morreu de velho¨.

Fonte: http://oazulejista.blogspot.com/2011/03/todo-porcelanato-polido-mancha.html#ixzz1ZDRDixAK

 
Escolha o Revestimento Ideal
Na hora de escolher um revestimento para sua casa, algumas considerações devem ser feitas para que o seu ambiente fique ainda melhor: 

·          Escolha apenas materiais de ótima qualidade e de renome no mercado;
  
·          Verifique se o PEI do produto está adequado ao local onde ele será assentado (no caso de piso cerâmico). Assim você garante a beleza e durabilidade do material assentado;
·          Sempre utilize mão-de-obra especializada;
·          Certifique-se de que o produto é de fácil limpeza
 e manutenção;
·          Considere a durabilidade do produto. Lembre-se: durabilidade = economia;
·          Observe se o produto lhe dará versatilidade de decoração.
·          Se você pretende dar ao seu ambiente o efeito rústico/agreste, procure produtos cotto e/ou pedra; se é clássico, produtos brilhantes etc.. Isso é muito importante, pois garante uma escolha feliz e acertada.

Fonte: http://oazulejista.blogspot.com/2011/03/como-escolher-o-revestimento.html#ixzz1ZDNek6jF

 

 

 

 Bom a foto já diz tudo.

Tudo bem que quando vamos reformar temos que economizar,mas quando você compra um produto muito barato não pode esperar muito dele.É  possivel gastar pouco mas a qualidade do produto é muito importante para o resultado minimo esperado,porque se você está reformando é para melhor não é?.Poque se for para ficar pior que etava deixa como está.

por: Vanderlei Rodrigues Alves   

 Sempre que tomamos a iniciativa de construir ou reformar a primeira coisa é chamar um profissional da área, mas ai que você tem que tomar alguns cuidados para não ter problemas posteriores. Como a construção civil está em alta no Brasil está faltando profissionais na área e é ai que mora o perigo.

 Passos importantes para que tudo corra bem na sua obra.

1- Procure referencias do profissional, se for indicação de um amigo vá até a casa onde esse profissional fez o trabalho, confira os detalhes para ver se é isso mesmo que você procura.

2-Entenda uma coisa: cada um na sua área, não acredite em milagres, ou seja, no faz tudo. Se a pessoa que você está negociando sua reforma for : pedreiro,encanador,eletricista,pintor etc. corra!.Essa pessoa não é um profissional e sim um oportunista e com certeza você vai ter problemas com ele, o famoso pato, não anda direito, não voa direito e não nada direito e no final quem paga o pato é você.

3-Procure sempre uma segunda, terceira, quarta opinião, quanto mais informações você tiver fica mais fácil, sobre oque você quer realizar e de que forma isso vai acontecer, existem vários profissionais para cada tipo de trabalho a ser feito na sua obra.

4-Faça alguns orçamentos e elimine o mais caro e o mais barato, dependendo da região que você mora ou vai reformar tem uma variação muito grande por ex: se você mora na região do Morumbi aqui em são Paulo capital o metro quadrado do piso colocado varia entre R$25,00 a R$35,00 isso piso cerâmico, agora se você morar na periferia de são Paulo o mesmo profissional vai cobrar o valor de R$12,00 a R$16,00 o metro quadrado. Então é bom ficar ligado nos valores também.

Por: Vanderlei Rodrigues Alves